América do NorteDicas e artigos

Detox digital em Holbox: 72 horas nesse paraíso escondido no México

Julia Eskins

Detox digital em Holbox: 72 horas nesse paraíso escondido no México 

Julia Eskins

Lonely Planet Writer

 

Na pequena ilha mexicana de Holbox, onde sinal fraco de wi-fi e siestas regulares fazem parte de seu charme, desconectar-se do mundo é tão fácil quanto chegar lá. Fazendo jus ao nome, que significa “buraco negro” na língua Maia, Holbox (pronuncia-se “ou-bosh”) é o portal para uma das últimas ilhas intocadas do México.

Não há carros em Holbox, então as opções de transporte são parte da diversão. © shalamov / Getty Images

 

Apesar de ficar a apenas 60km a noroeste de Cancún, a ilha segue relativamente rústica graças à sua localização na área protegida de Yum Balam, na Península de Yucatán, a maior reserva ecológica do México. Nessa ilha com 41km de comprimento, você não encontrará nenhum engarrafamento (nem carros, aliás) – apenas longas faixas de areia branca, lagoas ricas em vida selvagem e tempo para relaxar.

Embora a ilha tenha recebido o apelido de “Tulum do passado”, os locais buscam apaixonadamente preservar a autenticidade do lugar. Ainda hoje, carrinhos de golfe e bicicletas são os principais meios de transporte. Para os viajantes que desejam evitar a alta temporada repleta de turistas, a dica é visitar a ilha entre abril e setembro, pois há uma ótima chance de aproveitar o sol e as praias vazias – além de poder ver os famosos tubarões-baleia da região. De dia, a temperatura das águas rasas e transparentes de Holbox é perfeita para nadar, e, de noite, a cidade acorda com vendedores oferecendo iguarias locais, como as marquesitas (panquecas crocantes de Yucatán) e tacos al pastor. Todos esses são bons motivos para pegar uma balsa na cidade de Chiquilá e deixar o estresse para trás.

Conheça o lado menos populoso da ilha, com praias vazias e paisagens cheias de flamingos. © Carlos Alberto Martínez González / Getty Images

Sinta a brisa em Punta Mosquito

Embora as praias acessíveis diretamente do centro da cidade sejam cheias de resorts boutiques e bares de praia boêmios, Punta Mosquito é um verdadeiro refúgio da civilização. O lado deserto da ilha é frequentado por uma grande variedade de pássaros, incluindo flamingos cor-de-rosa que se reúnem para se alimentarem de algas. Para encontrar esse lugar, siga a leste de bicicleta, a pé ou de quadriciclo até chegar a uma trilha litorânea, fazendo pausas bem-vindas pelo caminho. Se a maré estiver baixa, você ainda pode andar pela areia. Nessa fresca parte da ilha, é popular a prática de kitesurf, e a Holbox Kiteboarding School oferece aulas particulares ou em grupo do nível iniciante ao avançado.

Prove a pizza de lagosta

Os moradores de Holbox ainda levam um estilo de vida tradicional, pescando e incorporando frutos do mar em suas refeições. Combine isso com o grande número de italianos vivendo na ilha e você terá este resultado único: a pizza de lagosta. “Os locais saboreiam esse prato há 30 anos”, diz Emigdio Solis, coproprietário da Roots Pizza, popular estabelecimento que serve pizzas de massa fina e cerveja artesanal. “É particularmente deliciosa aqui por duas razões: nossa receita leva apenas ingredientes naturais e usamos forno à lenha”. Enquanto a Edelyn Pizzeria & Restaurant afirma ter criado a famosa pizza, outros restaurantes como o Cariocas ajudaram a solidificar a fama desse prato.

Murais adornam a ilha, como esse do artista Jade. © Jade / Lonely Planet

 

Saia em busca de arte de rua

Desbrave o pequeno centro de Holbox e você notará muitas fachadas com coloridos murais – a maioria pintados durante o primeiro Festival Internacional de Arte Pública do México, realizado em 2014. Várias personalidades internacionais foram convidadas a desenvolver trabalhos na ilha, incluindo o renomado artista de rua peruano Jade. “A minha inspiração veio de observar a ilha. Eu me conectei com a sua natureza e tirei fotos dos moradores”, diz ele a respeito do seu mural O Guardião. “Holbox já é maravilhosa, mas os murais dão à ilha uma força visual”. Nos últimos anos, mais artistas visitaram o local, deixando sua marca nos muros. Hoje, os trabalhos vibrantes de nomes como Jason Botkin, Quito Apitatán e Hilda Palafox (também conhecida como Poni) deram a Holbox o apelido de “Ilha do Grafite”.

 

Conheça a vida selvagem da Reserva Yum Balam

A ilha de Holbox faz parte da Reserva Yum Balam, uma área protegida de 1500 km², cujas águas são frequentadas por golfinhos e tubarões-baleia e selvas são habitadas por cervos e jaguares. “É o lar de muitas espécies ameaçadas e um dos poucos parques naturais do México que ficam no Caribe”, diz Julio Denis, proprietário da Holbox Travel, empresa que oferece passeios pela região para pequenos grupos. A excursão mais popular é o Tour das Três Ilhas, que leva os viajantes à Ilha Pajaros, habitat de mais de 600 espécies de pássaros, o cenote (um poço natural de água doce) de Yalahau e as águas cristalinas da Ilha Passion. Se você tiver sorte, ainda poderá observar silenciosamente as tartarugas marinhas enterrando seus ovos na areia ou os famosos flamingos cor-de-rosa.

 

Há algo especial no pôr do sol de ilhas, especialmente na Ilha Holbox. © Lunamarina / Getty Images

 

Veja o pôr do sol na praia de Punta Coco

Com redes e balanços dentro da água, as praias ocidentais de Holbox são ideais para tardes zen na companhia de um bom livro ou mesmo para uma espontânea sessão de fotos. Essa última opção é especialmente indicada durante o pôr do sol, quando Punta Coco (uma praia serena a 2,5km a oeste da cidade) é banhada em tons corais. Traga seu repelente para afastar os mosquitos e saboreie um drink no final da tarde em um dos muitos bares da praia. Os bares favoritos dos moradores são o Raices Beach Club & Marina (o primeiro na ilha) e o Zomay Beach Bar, um dos pontos mais populares para assistir ao pôr do sol. Após alguns dias se conectando com a natureza, você, com certeza, sentirá o efeito de Holbox – um total relaxamento nesse “buraco negro” de paz localizado no México.

Este artigo foi publicado em Maio de 2019 e foi atualizado em Maio de 2019.

América do Norte

Destaques