AmsterdãDicas e artigos

Por trás do jardim de flores Keukenhof

Holanda flores

Antes de visitar o mais famoso jardim de flores da Holanda, Keukenhof, é conveniente saber mais sobre a “febre das tulipas”. A adorável tulipa seduz os europeus desde o século 16, quando um embaixador holandês com espírito empreendedor trouxe (leia-se: contrabandeou) os primeiros e preciosos bulbos do Oriente Próximo.

Foto: ©rageorge/Budget Travel 

A Holanda é hoje um importante fornecedor mundial de todos os tipos de flores coloridas e exóticas, e a maioria cresce em climas frios e úmidos. Elas são muito mais que um produto; a “cultura da flor” faz com que se veja muita gente carregando buquês embaixo do braço. Em 32 hectares, o Keukenhof é o maior jardim mundial de bulbos florescentes e atrai quase 800 mil visitantes durante meras oito semanas por ano.

Os jardins foram inaugurados em 1949 com o objetivo de ser um lugar para os produtores europeus exibirem seus híbridos. Mas não se trata somente de uma antiga exposição comercial. Os talentos da natureza são combinados a uma precisão artificial e resultam em uma maravilha paisagística em que milhões de tulipas, narcisos e jacintos florescem na época e nos lugares certos.

LEIA MAIS: Ande na ponta dos pés entre as tulipas: como vivenciar Amsterdã florida

Foto: ©Sarah Coghill/Lonely Planet

É possível passar meio dia no parque enchendo sua câmera de lembranças digitais. Se estiver calor, não se preocupe com flores murchas; elas são replantadas conforme a necessidade ao longo da temporada. Exposições especiais são realizadas nos diversos pavilhões, e há cafés e quiosques de refrescos espalhados pelo terreno.

As datas de abertura variam de ano para ano, então verifique antes de ir. Todos os ingressos podem ser comprados pela internet, o que ajuda a evitar filas enormes.

LEIA MAIS: O básico de Amsterdã

Este artigo foi publicado em Abril de 2016 e foi atualizado em Abril de 2016.

Amsterdã