Amsterdã

Todas em Amsterdã

de 2

Próxima ›
  1. Museumplein

    No inverno, o lago da praça Museumplein se transforma num popular rinque de patinação e parece uma caixinha de música. Em outras épocas, skatistas frequentam o half-pipe do parque, e homens e mulheres descansam, fazem piquenique, jogam futebol e frisbee.

  2. Odessa

    O Odessa é um lugar agitado. Literalmente. Esse barco com mesas internas e externas e uma decoração que lembra um filme pornô dos anos 1970 seria o tipo de ambiente onde Hugh Hefner daria uma festinha. Para enfatizar isso, DJs assumem o controle á noite. O cardápio sempre muda, mas tem peixes e carnes simples. É cool à sua maneira, com uma pitada de humor e excentricidade, e é um cenário para quem realmente odeia badalação. Nos fins de semana, faça reservas.

     

     

     

     

  3. Passeio pelos canais

    Amsterdã tem mais canais (gracht – pronuncia-se khrakht)  que Veneza, e uma das melhores maneiras de sentir a energia da cidade é ficar perto da água. Sente-se à beira de um canal e contemple os barcos passando; os vários cafés parecem ter sido feitos de propósito para esse esporte. Ou então passeie ao longo dos canais e observe algumas das 3.300 casas-barco da cidade; Melhor ainda, embarque num passeio fluvial. Desse ângulo, fica fácil entender por que a Unesco recentemente declarou os canais de Amsterdã Patrimônio Mundial.

    Os principais canais, construídos no século 17, formam o grachtengordel (anel de canais) no centro da cidade.

  4. Pedalar

    Há mais bicicletas que carros em Amsterdã, e para andar como um nativo você precisará de duas rodas. Todo mundo pedala: jovens, idosos, baladeiras de salto alto, policiais, engravatados. Alugue a sua em uma das muitas locadoras da cidade e explore os bairros mais afastados, onde há museus e arquitetura interessantes, e o interior, com seus moinhos de vento e aldeias congeladas no tempo. Muita gente só aluga uma bicicleta no fim da estada e se arrepende de não tê-lo feito antes. A maioria das locadoras funciona das 9 às 18h.

  5. Rijksmuseum

    O Rijksmuseum (Museu Nacional) é o principal museu de arte da Holanda, e nenhum visitante que se preze deve abrir mão de conhecê-lo. Embora a maior parte do prédio esteja fechada para reforma até 2013, há cerca de 200 obras-primas expostas no anexo, a ala Philips. O museu foi concebido como repositório de diversos acervos holandeses, incluindo a coleção de arte da família real. O grupo inclui cerca de 500 pinturas, as mais importantes delas criadas por mestres holandeses e flamengos entre os séculos 15 e 19. Destaque para Ronda noturna, de Rembrandt, O alegre bebedor, de Frans Hals, A leiteira, de Vermeer, as porcelanas de Delft e a fachada do museu.

                Prepare-se para as filas (mais de um milhão de pessoas visitam esse museu por ano). Vá logo depois de abrir ou depois das 14h.

     

     

     

     

  6. Rock Archive

    Tudo é preto no branco nessa loja especializada em pôsteres roqueiros com edição limitada. Robert Plant, Debbie Harry, Sting e muitos outros estão disponíveis por preços bem baratos e no formato que você escolher.

     

     

     

     

  7. Tinkerbell

    O urso mecânico que sopra bolhas em frente a essa loja fascina as crianças, assim como os brinquedos técnicos e científicos. Há também trajes históricos, brinquedos de pelúcia e uma seção inteira para bebês.