Amsterdã

Atrações em Amsterdã

‹ Anterior

de 1

Próxima ›
  1. Jordaan

    Hoje elitizado, o Jordaan foi um bairro operário no começo do século 17, e essa história permanece visível. Esse lugar de características esquerdistas e onde se pode beber à vontade (não se dá um passo sem topar com um bruin café – café marrom, os tradicionais pubs holandeses) ganhou hoje um verniz revitalizado e atento à moda (suas ruelas são salpicadas de brechós e excêntricas galerias)

    A área não tem muitas atrações tradicionais, mas isso não imposta. A graça do Jordaan é deixar o tempo correr, vagando pelos becos sem se afligir quando notar que se perdeu.

  2. Museu Van Gogh

    O Museu Van Gogh é o líder das atrações de Amsterdã. Aberto em 1973 para abrigara coleção de Theo, irmão mais novo do artista, abriga 200 telas e 500 desenhos de Vincent e de seus contemporâneos, como Gauguin, Monet, Toulouse-Lautrec e Bernard. Por meio das pinturas de Van Gogh, o museu narra a jornada do artista a partir da Holanda, onde sua obra era escura e sombria, até a França, onde, sob influência impressionista, ele descobriu as cores vivas. Prepare-se para todos os girassóis e redemoinhos que aguentar. Não perca Os comedores de batata, A casa amarela, O quarto em Arles, Campo de trigo com corvos, Girassóis, além de exposições especiais.

     

  3. Rijksmuseum

    O Rijksmuseum (Museu Nacional) é o principal museu de arte da Holanda, e nenhum visitante que se preze deve abrir mão de conhecê-lo. Embora a maior parte do prédio esteja fechada para reforma até 2013, há cerca de 200 obras-primas expostas no anexo, a ala Philips. O museu foi concebido como repositório de diversos acervos holandeses, incluindo a coleção de arte da família real. O grupo inclui cerca de 500 pinturas, as mais importantes delas criadas por mestres holandeses e flamengos entre os séculos 15 e 19. Destaque para Ronda noturna, de Rembrandt, O alegre bebedor, de Frans Hals, A leiteira, de Vermeer, as porcelanas de Delft e a fachada do museu.

                Prepare-se para as filas (mais de um milhão de pessoas visitam esse museu por ano). Vá logo depois de abrir ou depois das 14h.