Chişinău

Atrações em Chişinău

‹ Anterior

de 1

Próxima ›
  1. Museu Nacional de Arqueologia e História

    (entrada/foto/vídeo 15/15/40 lei) O avô dos museus de Chişinău contém artefatos arqueológicos de Orheiul Vechi, incluindo moedas da Horda de Ouro, armas da era soviética e um enorme diorama da Segunda Guerra no primeiro andar.

  2. Museu Púchkin

    (entrada 15 lei, visita guiada em inglês 50 lei)  A nordeste dos parques do centro, é o lugar onde o poetarusso Aleksandr Púchkin (1799-1837) passou três anos exilado entre 1820 e 1823. Foi nesse lugar que ele escreveu O prisioneiro
    do Cáucaso e outros clássicos – quer dizer, quando não estava envolvido com intrigas amorosas, bebedeiras e violência ocasional em seus círculos sociais nesse que era então um rincão do Império Russo. Você pode ver a pequena cabana do escritor, com a mobília original e itens pessoais, incluindo o retrato do seu querido Lorde Byron na escrivaninha.
    Também há um museu literário de três salas no prédio em frente à cabana, que documenta a vida dramática de Púchkin.
    Se o portão estiver trancado, bata na janela próxima.

  3. Parcul Catedralei e Grădina Publică Ştefan cel Mare şi Sfînt

    (Parque da Catedral e Parque Ştefan cel Mare) Os dois parques mais conhecidos da capital ficam diagonalmente opostos um do outro, formando um diamante no centro da cidade. Os destaques do Parcul Catedralei são a principal Catedral Ortodoxa da cidade, com um lindo campanário (1836), e o Portão Sagrado (1841), também conhecido como Arco do Triunfo. No lado nordeste do parque há um colorido mercado de flores 24 horas. O Grădina Publică Ştefan cel Mare
    şi Sfînt é um parque para ver o movimento e caminhar. Ştefan foi o maior príncipe medieval da Moldávia e é um símbolo onipresente do glorioso passado do país. Suaestátua de 1928 guarda a entrada. Ambos os parques possuem pontos de wi-fi fraco, mas gratuito.