Egito

Atrações em Egito

‹ Anterior

de 1

Próxima ›
  1. Grande Pirâmide de Khufu (Quéops)

    A mais antiga pirâmide de Gizé e a maior do Egito, a Grande Pirâmide de Khufu (ou Quéops) chegava a 146 m de altura quando foi finalizada, em 2570 a.C. A experiência de escalar essa estrutura antiquíssima é inesquecível, mas proibida para claustrofóbicos.

  2. Medinet Madi

    Essa antiga cidade é uma das mais isoladas de Al-Fayoum, e isso é justamente o que a torna atraente, já que você pode aproveitar a solidão sob a areia que sopra das cabeças das esfinges de pedra e de outras ruínas. Medinet Madi (“Cidade do Passado”, em árabe) é mais lembrada por seu templo bem preservado do Médio Império, já que poucos templos dessa época sobreviveram no Egito. Ele é dedicado ao deus-crocodilo Sobek e à deusa-naja Renenutet e foi construído por Amenemhat III e Amenemhat IV. Escavadores italianos do início do século 20 descobriram um arquivo de textos gregos que se referem à cidade como Narmouthis. O sítio ainda está sendo investigado por essas equipes, que descobriram também outro templo de culto a crocodilos, onde esses animais parecem ter sido mantidos em cativeiro – um esconderijo de ovos foi encontrado, assim como corpos das criaturas em diversos estágios de desenvolvimento. Muitas vezes, eles eram sacrificados ainda muito jovens. Para essa visita, é preciso ir em veículo 4x4, pois não há uma estrada aberta que leve ao sítio. Se for de táxi, terá de andar 2km na areia aberta, partindo de Abu Gandir, que é a vila mais próxima.

  3. Museu de Luxor

    Esse maravilhoso museu tem uma belíssima coleção, que abrange desde o final do Antigo Reinado até o período de Mamluk. A maioria das peças veio de templos e da necrópole de Tebas. Entre elas, há múmias reais e a estátua de Tutmósis III, encontrada no Templo de Karnak.

  4. Torre do Cairo

    Esta torre de 187 m é o marco mais famoso da cidade depois das Pirâmides, e muito popular entre cairotas e turistas árabes. Construída em 1961, a estrutura, que se parece com uma flor-de-lótus estilizada, foi um tapa na cara dos americanos, que haviam dado a Nasser o dinheiro usado para erguê-la para comprar armas dos Estados Unidos. As vistas de 360º do topo são mais claras pela manhã, depois de cessar a cerração, e no fim da tarde. Ao pôr do sol, pode se formar uma fila para pegar o elevador.

    O café Sky Garden, um andar abaixo do deque de observação, serve bebidas não tão caras e comida (cerveja E£20, sanduíches E£45). O restaurante giratório mais abaixo é mais caro – gasta-se no mínimo E£150.