Estados Unidos

Atrações em Estados Unidos

de 2

Próxima ›
  1. National Museum of the American Indian

    Afiliado ao Smithsonian Institution, esse elegante museu sobre a cultura indígena norte-americana fica na espetacular Custom House de Cass Gilbert, de 1907, um dos mais belos edifícios beaux‑arts de Nova York. Além de uma grande rotunda elíptica, galerias finas sediam exposições variadas sobre arte, cultura, vida e crenças dos nativos norte‑americanos. O acervo permanente inclui deslumbrantes peças de arte decorativa e objetos cerimoniais que registram as várias culturas indígenas da América.

  2. Powell St Cable Car Turnaround

    Pare na Powell e na Market St para ver os operadores girarem o bonde, lentamente, à mão, sobre uma plataforma de madeira. Nada tecnológico. Os carros não podem andar de ré, emitem grunhidos para subir as ladeiras e precisam de um maquinista forte para operar os freios de mão, evitando que o bonde desça ladeira abaixo. Para uma cidade de pessoas radicais, esse é o meio de transporte perfeito para um passeio.

  3. San Diego Natural History Museum

    Os 75 milhões de anos de fósseis do sul da Califórnia são tema de uma das mais novas mostras permanentes do museu, Fossil Mysteries, aberta em 2006. Exposições permanentes e temporárias cobrem a mudança de clima nas regiões polares e o antigo vínculo entre cavalos e homens. Enquanto esse guia era escrito, o museu acabara de receber uma subvenção estatal de US$7 milhões para construir uma exposição permanente sobre os habitats naturais da Califórnia do Sul.

  4. Seymour Marine Discovery Center

    Próximo à Natural Bridges State Beach, esse centro educacional para crianças integra o Long Marine Laboratory da UCSC. Dentre as mostras interativas de ciência natural, há piscinas naturais e aquários. No lado externo, pode-se admirar o maior esqueleto de baleia-azul do mundo. Visitas guiadas às 13h, 14h e 15h todos os dias; inscreva-se pessoalmente 1 hora antes (não aceita reservas).

  5. St Patricks’s Cathedral

    A maior catedral católica gótica do país, sede da Arquidiocese de Nova York, Fifith Ave entre 50th e 51th Sts. O arcebispo da cidade reza a missa de domingo, às 10h15 da manhã (com o coral da igreja). Vista-se de acordo e explore a beleza do ambiente majestoso. 

  6. Studio Museum in Harlem

    Há mais de quatro décadas, esse pequeno tesouro cultural exibe obras de artistas afro-americanos. Mas não se trata de mais um local de exposição – é um importante ponto de conexão com personagens culturais do Harlem de todos os tipos, que prestigiam as mostras temporárias, assistem à projeção de filmes ou participam das discussões promovidas lá.

     

  7. Terreno histórico Holzwarth

    Com a implementação da Lei Seca nos EUA, em 1916, John Holzwarth Sr., dono de um bar em Denver, teve que começar uma vida nova como rancheiro. Seu terreno abriga diversas construções bem conservadas, e conta com a reencenação de marcos históricos e atividades conduzidas. As celebrações dos Heritage Days acontecem no fim de julho.

    O terreno fica ao fim de um caminhozinho de menos de 1km, facilmente acessível com carrinhos.

     
  8. Tibet House

    Com o Dalai Lama como patrono, esse espaço sem fins lucrativos apresenta antigas tradições do Tibete, por meio de exposições de arte, biblioteca e diversas publicações. As mostras abrangem desde thangka, pintura e escultura tradicional tibetana, até releituras contemporâneas do budismo tibetano e da arte tântrica hindu.

  9. Universidade de Nova York

    Em 1831, Albert Gallatin, antigo Secretário do Tesouro do presidente Thomas Jefferson, fundou um centro de ensino superior aberto a todas as pessoas, independentemente de cor ou classe social. Alguns de seus feitos são encantadores, como o pátio arborizado da Faculdade de Direito, ou impressionantemente modernos como o Skirball Center do curso de Artes Cênicas, onde apresentações de dança moderna, teatro, música, leitura dramática e outras performances deslumbram a plateia em um teatro de 850 lugares.

  10. Zabar’s

    Um bastião de comida kosher gourmet, esse amplo mercado local tem sido uma atração essencial do bairro desde a década de 1930. E que bela atração: apresenta uma variedade celestial de queijos, carnes, azeitonas, caviar, peixes
    defumados, picles, frutas secas, nozes e assados, incluindo macios knishes saídos do forno (bolinhos de batata enrolados em massa no estilo europeu‑ocidental).