FrançaDicas e artigos

Relato: Paris é sempre uma boa ideia

Torre Eiffel (foto: ©Matt Munro/Lonely Planet)

por Mayara A. C. Petrow - uma eterna apaixonada por Paris

Visitei Paris pela primeira vez em Abril de 2013, em minha viagem de lua de mel. Paris era um sonho de menina, conhecer o Museu do Louvre, andar pela avenida Champs-Élysées, admirar o rio Sena e, claro, a grande estrela dos meus sonhos sempre foi a Torre Eiffel.

Mayara em sua primeira viagem a Paris

 

A grandiosidade da Torre Eiffel sempre me encantou e me imaginei por diversas vezes sentada em frente a ela aproveitando cada segundo, admirando sua beleza em cada hora do dia. A grande surpresa para mim foi a grandiosidade não estar somente na Torre, mas praticamente em todos os pontos turísticos da cidade; o Museu do Louvre com seu acervo de mais de 380 mil itens e seus enormes jardins, a ampla vista da cidade do topo da Torre Eiffel em seus 324 metros de altura, a enorme Champs-Élysées com suas calçadas todas arborizadas e, em seu final, o famoso Arco do Triunfo, de onde partem 12 avenidas, a catedral de Notre Dame e seus belos vitrais, a Praça da Concórdia com toda a sua história, as numerosas pontes que cruzam o Rio Sena e, claro, os milhares de cadeados presos a elas.

O gostinho de quero mais ficou mesmo, junto com alguns pontos que não tivemos tempo para conhecer como o Palácio de Versailles, o Jardim de Luxemburgo e a Basílica Sacré Couer. Matamos as saudades através das nossas fotos e vídeos e suspiramos ao nos deparar com imagens da cidade em filmes. Quando passam na TV, todas as lembranças voltam à tona em nossas cabeças e a vontade é de pegar o primeiro avião e voltar para lá.

Vista da Torre Eiffel

 

Para mim, Paris se resume em um sonho que se tornou realidade, a cidade do charme que deixou marcado eternamente em mim todos os aromas, texturas, gostos e visões maravilhosas que só aquela cidade poderia oferecer.

O guia da Lonely me ajudou na organização da viagem, a incluir alguns pontos turísticos que não podiam faltar. O guia de restaurantes, com um resumo, classificação de preço e o mapa, também ajudou bastante! Ter um guia como esse na mala durante os passeios pode salvar o dia!

Mayara com nossa 1ª edição do guia Paris

 

 

Merci Paris, Merci Lonely Planet!

Este artigo foi publicado em Setembro de 2015 e foi atualizado em Setembro de 2015.

França

Destaques