Dicas e artigos

Os 10 melhores lugares do mundo para se exercitar

Central Park

Por Matt Phillips

Praticar exercícios durante as férias não precisa ser chato, muito menos um desperdício de valioso tempo de viagem. Conheça esses lugares e experimentará uma descarga de adrenalina acompanhada de muito mais.

 

1. Grouse Grind, norte de Vancouver, Canadá

Inverno e pôr do sol na Grouse Mountain
Foto por: kongxinzhu/iStock/ThinkStock

 

Os visitantes à procura de um pouco de exercício em Vancouver tradicionalmente vão ao deslumbrante Stanley Park Seawall, parque que cobre 8.8km. E quem pode culpá-los? Mas se o que você quer é um pouco de exercício cheio de emoções (e beleza) nas montanhas, vá em direção à costa norte e procure o Grouse Grind. O Grind, que chega a até 853m acima da face da Grouse Montain próxima à floresta, é conhecido como “a escada da mãe natureza”. Um iniciante leva em torno de 90 minutos no percurso (o recorde é de 25 minutos). Se estiver muito cansado, pegue a gôndola para voltar. Caso contrário, aproveite a exaustão de quem passa por você na descida.

 

2. Fourvière, Lyon, França

Durante décadas, Lyon foi chamada de capital mundial da comida, e por ótimas razões. Uma visita à cidade simplesmente não está completa sem uma sessão de aventuras gastronômicas sérias (e talvez exageradas). Então, que maneira de queimar seus excessos poderia ser melhor do que subir correndo as centenas de degraus da Gare St Paul até a Basílica Notre Dame de Fourvière? A grandiosa basílica é uma recompensa por si só, assim como a vista panorâmica dos rios Ródano e Saône serpenteando pela cidade. Quer mais? Volte ao primeiro degrau e repita tudo ou suba o monte de La Croix-Rousse.

 

3. Filbert Steps, São Francisco, EUA

E aí, anima de subir correndo?
Foto por: Harris Shiffman/Hemera/ThinkStock

 

O bairro de Telegraph Hill, em São Francisco, é conhecido por motivos diferentes por diferentes tipos de pessoas. Para alguns, é o local da icônica Torre Coit. Para outros, é apenas um bom lugar para ter uma vista fantástica da baía de São Francisco. Já para quem gosta de série de exercícios para pernas-pulmões-e-glúteos, a colina é onde fica localizada a Filbert Steps (Escadaria Filbert). Para um treino que você não esquecerá tão cedo, suba e desça os 377 estreitos degraus de madeira, que serpenteiam perigosamente pela vegetação verdejante e algumas casas coloridas. Você pode até mesmo presenciar uma sinfonia de um ou dois papagaios selvagens. Não deixe seu coração em São Francisco – fortaleça-o lá.

 

4. Circuito de Mônaco, Mônaco

Essa talvez seja a mais famosa sequência de ruas do mundo, o Circuito de Mônaco e seus 3.340 km de extensão já viram carros acelerarem por suas esquinas e através da famosa Praça do Cassino, em Monte Carlo, desde 1929. Enquanto os pilotos da Fórmula 1 não veem nada além de um vulto do circuito, você pode aproveitar tudo enquanto percorre o caminho a pé. Mas assim como os pilotos, você sentirá seu coração pulsando rápido; a subida da Avenue d’Ostende, depois de contornar a igreja de Sainte Devote, é bastante puxada. Termine com um mergulho no mediterrâneo na Plage du Larvotto.

 

5. Table Mountain (ou Montanha da Mesa), Cidade do Cabo, África do Sul

Nada melhor do que se exercitar com vistas assim, certo?
Foto por: johannlourens/iStock/ThinkStock

 

Graças a um teleférico com vista cinematográfica, uma viagem ao topo da Table Mountain é simplesmente um dia divertido para a maioria dos turistas na Cidade do Cabo. Mas você não é como a maioria. Sua jornada ao topo será um exercício que você continuará saboreando muito tempo depois que seus músculos pararem de doer. A Garganta de Platteklip, que corta a principal face da montanha em duas, é a rota mais direta até o topo. A trilha é íngreme, sobe 700m em apenas 3km.

 

6. Arthur’s Seat (ou Assento de Arthur), Edimburgo, Escócia

Arthur's Seat fica localizado no Holyrood Park, que por si só já é uma atração imperdível para amantes da natureza
Foto por: Juliane Jacobs/Hemera/ThinkStock

 

Edimburgo é uma das cidades mais bonitas da Europa, e é também sede de um dos melhores lugares para se exercitar no continente. Se dirija ao Holyrood Park para uma caminhada de 8km através de seu campo vulcânico verdejante. Com vistas sublimes do Castelo de Edimburgo, do Parlamento da Escócia e do mar, você sentirá que está abrangendo toda a cidade. Em outros pontos, quando estiver cercado por rochedos e grama farfalhando, você se sentirá distante de tudo. O ponto alto, literalmente, é o cume do Arthur’s Seat.

 

7. Central Park, Nova York, EUA

O Central Park é a combinação perfeita entre natureza e o ritmo eletrizante da cidade
Foto por: Anibal Trejo/iStock/ThinkStock

 

Alguns dizem que a mais icônica rota urbana de corrida é a pista de 2.5km ao redor do Jacqueline Kennedy Onassis Reservoir, no Central Park, em Nova York. O caminho de concreto é macio sob seus pés, então seus joelhos não reclamarão se você resolver forçá-los um pouco mais (e por mais tempo), mas a vista da cidade pode tirar o seu fôlego. Um ótimo horário para se exercitar é ao entardecer, quando o pôr do sol reflete a paisagem urbana. Observe as luzes da cidade começarem a acender enquanto a noite cai.

 

8. Praia de Copacabana, Rio de Janeiro, Brasil

A icônica praia brasileira é obrigatória para os amantes dos esportes
Foto por: cocogelado/iStock/ThinkStock

 

Exercitar seu corpo e exibi-lo por aí colidem de uma maneira espetacular na Praia de Copacabana. Absorva o clima único com uma corrida ou andando de patins pela orla de 4km. Suba para 8km (16km ida e volta) se resolver incluir a Praia de Ipanema, mais ao sul. Se preferir pesar a mão, há diversas estações com aparelhos e barras espalhadas pela praia. Sentindo-se confiante? A fronteira fitness final é testar seu ímpeto contra os cariocas em uma partida de vôlei ou futebol de areia. Quanto e o que você se exibe no processo, se seu talento para o esporte ou seu físico, aí é com você.

 

9. Trilha do Muro de Berlim, Berlim, Alemanha

Para citar Freddie Mercury: “Get on your bikes and ride!” (Suba na sua bicicleta e pedale!) Fortaleça sua musculatura e enriqueça o cérebro pedalando pela Trilha do Muro de Berlim, uma rota bem sinalizada repleta de informações históricas interessantes a respeito do infame muro. Aprenda sobre a divisão da Alemanha, a construção e queda do muro e as tragédias daqueles que perderam a vida tentando passar por ele. A rota é dividida em 14 seções, que variam de 7 a 21 km de extensão, por isso você pode percorrer a distância que quiser.

 

10. Caminho Costa a Costa, Auckland, Nova Zelândia

Ao chegar a Manukau, não deixe de visitar o famoso farol
Foto por: nzfisher/iStock/ThinkStock

 

Eles dizem caminho. Nós dizemos pista de corrida. Desafie a si mesmo com essa rota de 16 km através da cidade de Auckland, levando você do Oceano Pacífico ao Mar de Tasman. Ao longo do caminho, você passará por algumas das joias arquitetônicas da cidade e nada menos do que cinco locais vulcânicos, alguns dos quais foram moldados e escalonados pelos maoris ao longo dos últimos 600 anos. O caminho começa no Viaduct Harbour e termina em Manukau. Faz parte da Te Araroa (A Grande Rota), que possui 3000 km de extensão e atravessa o país.

Este artigo foi publicado em Março de 2015 e foi atualizado em Março de 2015.