Dicas e artigos

Conheça o Yosemite National Park, um dos mais importantes parques dos Estados Unidos

El Captain

Yosemite National Park

Patrimônio Mundial da Unesco e atração mais impressionante dos parques nacionais dos EUA, o Yosemite inspira a devoção de todos que o visitam. Dos paredões de granito cobertos de cascatas que amparam o vale de Yosemite, de coloração verde-esmeralda, às sequoias gigantes no bosque Mariposa, o lugar provoca um sentimento de admiração e reverência – 4 milhões de visitantes percorrem o terceiro mais antigo parque nacional do país a cada ano. Mas ao elevar os olhos é que você sentirá a emoção de um esplendor sem igual: os soberbos contornos do Half Dome, a presença maciça do El Capitan, a densa névoa das cataratas Yosemite, os preciosos lagos da natureza subalpina das regiões elevadas e as trilhas primitivas de Hetch Hetchy.

O parque tem quatro entradas principais: South Entrance (Hwy 41), Arch Rock (Hwy 140), Big Oak Flat (Hwy 120 W) e Tioga Pass (Hwy 120 E). A Hwy 120 atravessa o parque com o nome de Tioga Rd, fazendo a ligação entre o vale de Yosemite e a Eastern Sierra.

A concentração de turistas acontece no vale de Yosemite, sobretudo em Yosemite Village, que tem o principal centro de visitantes, agência de correios, museu, restaurantes e outros serviços. Curry Village é outro ponto central. Com menos visitantes, os campos Tuolumne, no extremo leste da Tioga Rd, atraem sobretudo trilheiros, mochileiros e alpinistas. Wawona, ponto central no sul do parque, também tem boa infraestrutura. No extremo noroeste, Hetch Hetchy, que não oferece qualquer tipo de serviço, recebe o menor número de turistas.

 

Vale Yosemite

Vista do Vale de Yosemite no outono
©Loic Lagarde/Getty Images/Flickr RF 

 

Joia da coroa do parque, o espetacular vale de Yosemite, coberto de prados, estende-se por 11km e é cortado pelas águas onduladas do rio Merced e cercado por alguns dos mais majestosos blocos de granito jamais vistos no planeta. Os mais famosos, claro, são o monumental El Capitan, com 2.307m, um dos maiores monólitos do mundo e que atrai alpinistas de toda parte, e o Half Dome, com 2.695m, centro espiritual do parque – seu cume de granito circular forma uma silhueta inconfundível. Tem-se uma bela vista de ambos a partir do mirante Valley, no fundo do vale, mas se quiser tirar a foto clássica, suba a Hwy 41 até o mirante Tunnel, que lhe dá uma nova perspectiva. Com um esforço extra, você terá acesso a uma paisagem ainda mais bela (sem as hordas), a partir do mirante Inspiration. A trilha (4,2km ida e volta) começa no túnel.

As cachoeiras do Yosemite impressionam até o viajante mais entediado, sobretudo quando as cheias da primavera as transformam em estrondosas cataratas. A cachoeira Yosemite é considerada a mais alta da América do Norte, com uma queda-d’água de 740m em três níveis. Uma escorregadia trilha com acesso para cadeirantes o levará até a base da cachoeira. Se quiser desfrutar da solitude e de outras paisagens, suba a Yosemite Falls Trail, que o levará ao topo das cascatas, após extenuantes 5,4km. Não menos impressionante é a cachoeira Bridalveil, nos arredores, além de outras espalhadas pelo vale.

Qualquer aspirante a Ansel Adams deve trazer consigo sua câmera ao longo da trilha asfaltada de 1,5km até o lago Mirror, ainda durante o dia, para captar o sempre mutável reflexo do Half Dome sobre as águas tranquilas. O lago fica praticamente seco no final do verão.

Ao sul, por onde o rio Merced segue seu curso em torno de duas pequenas ilhas, ficam as Happy Isles, uma área para piqueniques, nado e passeios a pé. O local também marca o início da John Muir Trail e da Mist Trail rumo a diversas cachoeiras e ao Half Dome.

 

Visitando o Yosemite

Estrada por dentro do Yosemite
©Mark Read/Lonely Planet 

 

Do final de junho a setembro, pode-se visitar o parque inteiro, pois tudo funciona a pleno vapor – desde as áreas de camping mais afastadas até as sorveterias. Essa é também a época mais difícil – mas não impossível – de fugir das hordas de turistas.

No inverno há menos turistas, mas os bloqueios nas estradas (sobretudo a Tioga Rd, mas também a Glacier Point Rd depois da Badger Pass Ski Area) são o sinal de que a afluência das pessoas concentra-se no vale e no Badger Pass. As instalações e os serviços para turistas são reduzidos ao mínimo possível, a maioria dos campings fecha e as opções de acomodação ficam limitadas. Lembre que, em Yosemite, o “inverno” tem início com a primeira nevasca, que pode ocorrer em outubro, e em geral se prolonga até maio.

Época em que as cachoeiras estão no auge, a primavera é um período especial para as visitas. No outono há menos gente, a vegetação tem encantadora diversidade de cores e o clima é fresco e de céu claro (embora, a essa altura, as cachoeiras estejam praticamente secas).

 

Se você pretende conhecer a Califórnia, fique de olho, em breve lançaremos o Descubra a Califórnia.

Este artigo foi publicado em Julho de 2015 e foi atualizado em Julho de 2015.