Dicas e artigos

Aarhus: a cidade dos vikings

Aarthus

Carolyn Bain

Aarhus há tempos vive sob a sombra de Copenhague, mas a transformação está chegando para a segunda maior cidade da Dinamarca. Esse centro fundado por vikings na Península de Jutlândia está começando a chamar a atenção dos visitantes que querem fugir das grandes cidades, ir a festivais e desfrutar de boa culinária. Veja o que torna essa cidade compacta e agradável tão interessante, 

Arquitetura e design

Os fãs de arquitetura podem preencher o seu itinerário com edifícios modernos icônicos como o Museu Moesgaard, de 2014, onde você pode andar sobre o telhado coberto de grama, e o Dokk1, aberto em 2015 como parte da restauração em grande escala da região portuária de Aarhus. Este segundo abriga a maior biblioteca de toda a Escandinávia. As Docas de Aarhus é o novo bairro da moda da cidade, lar de edifícios residenciais de cair o queixo, como o brilhantemente concebido Isberget, que ganhou um prêmio de arquitetura e muitos fãs no Instagram.

Comida

(Foto: GettyImages/LonelyPlanet)

Novos restaurantes, cafés, microcervejarias e fornecedores brotam um atrás do outro por lá. As opções variam de mercados de alimentos produzidos localmente a jantares sofisticados; de parques de food-trucks a restaurantes recém-estrelados pelo Michelin, que, em 2015, finalmente foi além das capitais escandinavas, reconhecendo restaurantes como o Gastromé, o Frederikshø e o SUBSTANS por sua excelente culinária.

Leve na mala calças soltinhas: não faltarão delícias da confeitaria local (claro!), smørrebrød (sanduíches abertos), cachorro-quente gourmet e frutos do mar de primeira, tudo acompanhado por cervejas artesanais. Os mais famintos podem planejar a sua viagem para coincidir com o Food Festival, que acontece anualmente em setembro.

LEIA MAIS: Dinamarca dos vikings: seguindo os passos dos antigos exploradores

História

Vikings fundaram Aarhus como um centro de comércio por volta do ano de 900 d.C. Na mais antiga vizinhança da cidade, conhecida como Bairro Latino, alamedas de paralelepípedo cercam igrejas e casas em estilo enxaimel – passeie pela Møllestien, a mais linda rua de Aarhus, para se encantar com as fachadas de contos de fada.

Os pontos mais bonitos para se explorar a história local são o Den Gamle By, que é um verdadeiro museu a céu aberto onde se pode mergulhar na antiga Aarhus e inspecionar os bairros recriados de 1927 a 1974. Moesgaard é o que há de fascinante: o edifício pode ser futurístico, mas as suas exposições exploram a cultura e a etnografia locais com aprumo. A estrela aqui é o Homem Grauballe, de 2 mil anos, cujo corpo preservado foi encontrado em um pântano próximo dali em 1952.

Cultura

(Foto: GettyImages/LonelyPlanet)

A grande quantidade de estudantes de Aarhus garante uma vida noturna agitada e opções de música ao vivo que concorrem com as de Copenhague. Os estudantes se reúnem em locais como o VoxHall, o Radar e o Train, e gente de todas as idades desfruta da sala de concertos envidraçada conhecida como Musikhuset (a Casa da Música).

Aarhus conquistou uma ótima reputação pelos seus festivais: essa é a maior e melhor desculpa para festejar no Festival de Aarhus, que acontece anualmente em agosto, mas também há outras festas ao longo do ano, que celebram bandas, o jazz, a comida e até os vikings. O Viking Moot (Levante Viking), no fim de julho, é dedicado aos costumes, artesanatos e banquetes desses guerreiros, que também aparecem em exposições.

Famílias

Seria a Dinamarca o melhor destino familiar da Europa? Muito provavelmente: a vida ao ar livre é amena e facilmente acessível, não faltam atrações e os habitantes locais são acolhedores. Entre os pontos magnéticos para crianças, estão Den Gamle By, onde atividades em família são abundantes durante as férias escolares antes do Natal. No mesmo bairro, não deixe de passear pelas lindas estufas no Botanisk Have (Jardim Botânico).

Visite o Kvindemuseet (Museu das Mulheres), que celebra a vida das mulheres e as suas conquistas e tem também uma seção interativa para as crianças. No porto, a Dokk1 está repleta de espaços para os pequenos. Combine a programação cultural com algumas horas no Tivoli Friheden – um ótimo parque de diversões que, embora não esteja à altura da grande atração de Copenhague, tem muitos brinquedos, jogos e lanchonetes.

(Foto: GettyImages/LonelyPlanet)

Atividades ao ar livre

As cidades dinamarquesas primam pelas ciclovias, então não deixe de alugar uma bicicleta para atravessá-las, seguindo os rastros dos habitantes locais – ou, melhor ainda, faça um tour de bicicleta com a empresa Cycling Aarhus, que leva aos destaques da cidade com direito a anedotas locais.

Há áreas enormes, perfeitas para a exploração ao ar livre, seja a pé ou sobre duas rodas, ao longo do porto, ao sul da marina e em Marselisborg (onde fica a casa de veraneio da família real dinamarquesa e o parque que fica ao seu redor). Siga em frente, na direção sul, até Moesgaard (após a visita ao museu, caminhe pelos belos bosques), ou na direção norte até Risskov, para ver uma bonita floresta e uma praia com águas claras, calmas e geladas.

Excursões

A Dinamarca é, sem dúvida, um país compacto. Aarhus fica a apenas três horas de trem de Copenhague, então o que não faltam são atrações para se explorar em um dia. Três das nossas favoritas:

1. O parque temático Legoland fica a 100 km a sudoeste de Aarhus, em Billund, a cidade-natal do brinquedo de plástico que conquistou o mundo.

2. Djursland é uma grande península a nordeste de Aarhus (o “nariz” da Jutlândia), e tem território perfeito para veranear graças às suas praias excelentes e atrações sob medida para famílias, como zoológicos e parques de diversão.

3. Já Silkeborg fica a 45km a oeste de Aarhus, no coração do Distrito dos Lagos dinamarquês. Trata-se de um conjunto fotogênico de lagos, florestas e colinas (sim, colinas na Dinamarca – como você pode imaginar, elas não atingem grandes alturas), onde se pode acampar, caminhar, praticar canoagem e passear de barco.

Faça acontecer

Aarhus é facilmente acessível partindo-se de Copenhague – o website Rejseplanen (rejseplanen.dk) é indispensável para todos os tipos de viagem dentro da Dinamarca.

O aeroporto de Aarhus airport fica a 45km da cidade, com voos das/para as capitais da Escandinávia e de/para o aeroporto de Stansted, em Londres. Há conexões internacionais melhores para o aeroporto maior de Billund, a 95 km da Jutlândia central. Os aeroportos têm boas conexões de ônibus para Aarhus, e todos os transportes levam você até o coração da cidade. 

Este artigo foi publicado em Junho de 2016 e foi atualizado em Junho de 2016.