Dicas e artigos

As melhores cidades para 2020

 

1. Salzburgo, Áustria

Rufem os tambores, por favor: o Festival de Salzburgo completa 100 anos, e essa adorável cidade alpina canta essa notícia a plenos pulmões. Considerado um dos melhores eventos de música clássica do mundo, esse festival sempre oferece um animado banquete de ópera, música clássica e teatro à sua plateia – e a promessa é que isso aumente em 2020. Salzburgo não medirá esforços para comemorar esse centenário, por meio de exposições especiais e eventos por todo o centro histórico – concertos, peças, leituras literárias, apresentações de obras de Mozart e mais. O destaque do festival, como sempre, será a peça Jedermann, do dramaturgo Hugo von Hofmannsthal. Baseada em um auto de moralidade medieval, é encenada em toda sua glória na praça Domplatz. Então, tire o pó da sua dirndl e do seu lederhosen (trajes típicos da região), reserve suas passagens com meses de antecedência e aproveite o verão como Amadeus (não necessariamente usando uma peruca).

A imponente fortaleza de Hohensalzburg com vista para a cidade © JAKOBRADLGRUBER /GETTY IMAGES

 

2. Washington DC, EUA

Todos estão de olho em Washington DC, já que, este ano, a cidade celebra o centésimo aniversário da 19ª Emenda – lei que deu às mulheres o direito ao voto. Museus icônicos como a galeria de arte National Portrait Gallery, o Museu Nacional de História Americana e o Museu Nacional das Mulheres nas Artes receberão exposições especiais relacionadas a esse marco importante dos direitos humanos. Junte a isso a excitação pela eleição presidencial deste ano e Washington DC será uma das cidades norte-americanas mais movimentadas em 2020. Deixando a política de lado, o renascimento de Washington acontece a pleno vapor com a revitalização do porto, elogiados novos museus e uma explosiva cena gastronômica. Telhados ecológicos, centenas de árvores recém-plantadas e um inovador sistema de pântanos flutuantes tornaram a cidade mais verde do que nunca.

Nas margens da enseada Tidal Basin, o Thomas Jefferson Memorial homenageia o terceiro presidente estadunidense © SHARKSHOCK / SHUTTERSTOCK

 

 3. Cairo, Egito

O Egito levou os tesouros de Tutancâmon em uma turnê mundial em 2018, afirmando que seria a última vez que o espólio do faraó deixaria o país. Desde então, se você quiser admirar as riquezas do Antigo Egito, precisará visitar o Grande Museu Egípcio (GEM), no Cairo. Em 2020, inshallah (se Deus quiser), esse museu de ponta abrirá as portas na cidade de Gizé. Programe a sua visita ao local e se maravilhe com uma coleção impressionante do que será o maior museu do mundo dedicado a uma única civilização. Para quem deseja conhecer a cidade de Luxor ou o mar Vermelho será fácil acrescentar ao roteiro as Pirâmides e o GEM com o recém-inaugurado Aeroporto Internacional da Esfinge, em Gizé, que também operará voos domésticos.

As eternamente misteriosas Grande Esfinge e Grande Pirâmide © ANTON BELO / SHUTTERSTOCK

 

4. Galway, Irlanda

A esfuziante e boêmia Galway é, com certeza, a cidade mais atraente da Irlanda. Aqui pubs com fachadas em cores vivas fervem com música ao vivo e cafés oferecem lugares na primeira fila para ver apresentações de artistas de rua. Toda essa exuberância criativa será fortalecida por eventos que marcam o título que Galway recebeu de Capital da Cultura Europeia de 2020 – o calendário da cidade está tão cheio de atividade quanto os bares em um sábado à noite. Aproveite os espetáculos de rua, a arte ao vivo e digital, além de música, teatro e dança de primeira qualidade. Seu sono talvez precise esperar – em Galway, os artistas de rua se apresentam até tarde. Vívida, vibrante e repleta de imaginação, essa cidade, em 2020, será o lar de uma festa que durará um ano inteiro e ocupará todas as ruas. E você está convidado para essa comemoração!

 

Artistas de rua se apresentam ao ar livre em Galway © HELIOSCRIBE / SHUTTERSTOCK

 

 

5. Bonn, Alemanha

Capital da antiga Alemanha Ocidental, Bonn saiu de cena quando Berlim retomou seu reinado em 1990, com a reunificação da Alemanha. Mas, em 2020, Bonn voltará aos holofotes em grande estilo com as celebrações do aniversário de 250 anos de Beethoven. Qual o programa? Bem, você pode esperar um ano repleto de concertos com orquestras, solistas e maestros mundialmente famosos (entre eles Sir Simon Rattle e Daniel Barenboim). O Teatro de Bonn encenará Fidelio, a única ópera do compositor. Além disso, haverá eventos e competições inspirados pelo gênio musical Beethoven, performances ao ar livre e “concertos domésticos”, nos quais músicos locais abrirão suas portas para o público.

As antigas e novas torres de Bonn © TRAVELVIEW / SHUTTERSTOCK

 

6. La Paz, Bolívia

Talvez as futuristas cápsulas deslizando sobre La Paz na maior rede de teleféricos do mundo sejam o sinal mais óbvio da nova ambição da cidade. Em 2014, havia apenas três linhas, mas esse número subirá para 11 até 2020. Lá embaixo, a antes comum La Paz agora vai ao encontro de um futuro mais radiante e inspirador. Todos os moradores, desde um ótimo arquiteto autodidata até os recém-formados chefs estão se dando bem na cidade – não devido a ideias importadas ou tendências globais, mas, sim, a um renovado sentimento de orgulho das raízes indígenas da Bolívia. Não é difícil compreender por que um número cada vez maior de turistas visita La Paz antes de seguir viagem.

Calle Jaén, a rua colonial mais bem preservada de La Paz © JESS KRAFT / SHUTTERSTOCK

 

7. Kochi, Índia

Essa tranquila cidade ao sul da Índia está resplandecendo. Localizada na tropical Costa Malabar, em Kerala, Kochi se tornou um ótimo exemplo de uso de energia renovável nos últimos anos com a inauguração do primeiro aeroporto alimentado por energia solar do mundo, o que lhe rendeu o prêmio Campeões da Terra, concedido pela Organização das Nações Unidas (ONU). Isso é só a ponta do iceberg. Com cafés descolados, acomodações escondidas em ruas preguiçosas da era colonial e uma série de galerias de vanguarda, a cidade se mantém firme à sua herança histórica enquanto abraça de bom grado a modernidade. Em 2020, a arte de rua ganhará destaque com a Bienal de Kochi-Muziris, colocando a Índia no mapa dos festivais internacionais de arte contemporânea.

Uma clássica performance de Kathakali © SMARTA / SHUTTERSTOCK

 

8. Vancouver, Canadá

Esse playground natural – localizado entre as águas azuis do Pacífico e as florestas montanhosas da Costa Norte – é onde nasceu o Greenpeace, então parece adequado que Vancouver esteja tentando ser o primeiro do mundo quando o assunto é sustentabilidade urbana. Os benefícios do Plano de Ação para uma Cidade Mais Verde 2020 apenas enriquecerão a sua visita a Vancouver. Aproveite a rede de ciclovias e calçadas que foi amplamente expandida, incluindo um inesquecível trecho de 28km ao longo da orla, e use o ótimo sistema de transporte público da cidade para ir de uma atração turística a outra. Ou, então, simplesmente relaxe sob a sombra de uma das 102 mil árvores que foram plantadas desde 2010.

Há magníficas florestas bem ao lado de Vancouver © MICHAEL WU / EYEEM / GETTY IMAGES

 

9. Dubai, Emirados Árabes Unidos

O futuro já chegou a Dubai, com o país iniciando diversos projetos de vanguarda no próximo ano. O principal, é claro, é a Expo Mundial 2020. No evento, com duração de seis meses, 190 nações apresentarão suas mais recentes ideias sobre sustentabilidade e mobilidade (pense em carros voadores) em pavilhões com arquitetura de tirar o fôlego. Outro evento muito esperado é a inauguração do Museu do Futuro, um lugar repleto de atrações com tecnologia de ponta em um prédio em forma de olho, decorado com caligrafia árabe. Enquanto isso, a três quilômetros da costa, um fantástico resort em estilo europeu, instalado no arquipélago artificial The World (em português, O Mundo), deve receber seus primeiros hóspedes dispostos a experimentar aquilo que apenas encontramos em Dubai, como quartos submersos ou neve o ano todo.

O arranha-céu Burj Khalifa se impõe ao resto de Dubai © ILONA IGNATOVA / SHUTTERSTOCK

 

10. Denver, EUA

A posição privilegiada de Denver como um dos lugares mais charmosos dos Estados Unidos alcançou novo patamar: a cidade passa por uma explosão de crescimento, energia criativa e excelente culinária. Construções tomam conta do horizonte montanhoso e hotéis descolados são erguidos rapidamente em terrenos baldios enquanto novos locais gourmet como o Milk Market satisfazem os apetites com uma eclética mistura de comida direto da fazenda e pratos internacionais. A impressionante experiência artística Meow Wolf, nativa de Santa Fé, levou a atração psicodélica Kaleidoscape para o Parque Temático Elitch Gardens, sendo o primeiro lugar a ter uma instalação permanente da Meow Wolf no valor de $50 milhões, com previsão de chegada para 2021. Enquanto isso, o fascinante Museu Kirkland de Artes Decorativas mudou-se para o distrito de Golden Triangle, ficando em um magnético prédio idealizado por Olson Kundig.

As Montanhas Rochosas surgem acima dos prédios de Denver © ERKAN GUNES | EYEEM | GETTY IMAGES

Este artigo foi publicado em Outubro de 2019 e foi atualizado em Outubro de 2019.