Holanda

Cocomama

Resenha da Lonely Planet

Em vez de esconder seu passado vulgar (um bordel de luxo funcionou no imóvel), o primeiro hostel-butique de Amsterdã se aproveita disso com muito bom humor – como num dos dormitórios com beliches, decorado com cortinas vermelhas e imagens pornôs dos anos 1970, ou no “altar de bordel” da recepção. Nós adoramos o lindo jardim na parte de trás com mesa de piquenique, a cozinha bem equipada, a biblioteca e a sala para ver filmes à noite. Os quartos privativos (confira o de temática monárquica) são equipados com docks para iPod e TVs de tela plana.