Hungria

Todas em Hungria

‹ Anterior

de 2

  1. Banhos Gellért

    (Gellért Fürdő; sem/com vestiário privativo 3.200/4.300Ft) Relaxar nessa casa de banhos art nouveau, aberta a homens e mulheres em seções distintas mas mista aos sábados, já foi comparado a tomar banho numa catedral. As oito piscinas termais têm temperaturas de 26°C a 38°C.

  2. Citadella

    Construída pelos Habsburgo após a Guerra de Independência de 1848–1849 para defender a cidade de possíveis futuras insurreições, a cidadela já estava obsoleta quando concluída (em 1851) – e o clima político havia mudado.
    Hoje, a Citadella abriga canhões e exposições poeirentas no pátio central, o melodramático museu de cera 1944 Bunker (1944 Bunkér Panoptikum; www.citadella.hu; entrada 1.200Ft; 9-20h mai-set, até 17h out-abr),instalado em um bunker usado na Segunda Guerra, e um hotel-albergue. Para chegar a partir de Pest, atravesse a Ponte Elizabeth e suba a escadaria atrás da estátua de são Gellért (Gerardo), ou atravesse a Ponte da Liberdade e siga pela rua Verejték utca através do parque que começa em frente aos Banhos Gellért.

  3. Csalogány 26

    (menus de 4/8 pratos 8.000/12.000Ft) Um dos melhores restaurantes de Budapeste, serve excelente cozinha húngara e internacional a preços que, apesar de não serem barganhas, têm ótimo custo-benefício dada a qualidade. Reserve para o jantar.

  4. Ecseri Piac

    Maior feira de antiguidades da Europa Central. O sábado é considerado o melhor dia – chegue cedo para separar o joio do trigo. Pegue o ônibus 54 na praça Boráros tér em Pest ou, para uma viagem mais rápida, os ônibus expressos (com numeração vermelha) 84E, 89E ou 94E na estação Határ út da linha M3 do metrô e desça no ponto da rua Fiume utca.
    Então é só seguir a multidão de pedestres pela passarela.

  5. Első Pesti Rétesház

    (pratos principais 2.990-5.990Ft) Pode até ser um pouco exagerada (pense numa Disneylândia com balcão Velho Mundo, pratos pintados nas paredes e miudezas incrustadas em pias de Plexiglas), mas a “Primeira Casa de Strudel
    de Pest” é o melhor lugar lugar para experimentar a torta húngara (360Ft) recheada com maçã, queijo, semente de papoula e ginja (também chamada de cereja-ácida).

  6. Free Budapest Tours (passeio a pé)

    Guias simpáticos e competentes oferecem dois passeios a pé interessantes e altamente profissionais pela cidade: “Essential Pest”, que passa pelos destaques do centro (1h e 30min); e “From Pest to Buda”, que cobre os destaques do centro além das margens do Danúbio e o distrito do Castelo (2h e 30min). Os passeios são gratuitos; os guias trabalham apenas pelas contribuições (seja generoso!) e as partidas acontecem às 10h30 para “From Pest to Buda” e às 14h30 para “Essential Pest”. O ponto de encontro é a praça Deák Ferenc tér (próxima à estação de metrô Deák tér) e do ponto do Budapest Sightseeing Bus. Os passeios temáticos noturnos – “Literary Walk” e “Behind The Night”, que pula de bar em bar – custam 3.000Ft por pessoa.

  7. Gerlóczy Rooms Delux

    Apenas 15 quartos com decoração individual o aguardam nesse prédio de 1890 renovado. Os quartos são decorados em cores sóbrias (tente conseguir um dos dois quartos com sacada), mas são os detalhes como vitrais, toques art nouveau e a escada de ferro fundido original que ditam o clima. Tem um ótimo café e restaurante no térreo.

  8. Grand Hostel Budapest

    (dc 3.600-4.500Ft, s/c a partir de 8.400/13.500Ft) “Grand” pode ser um pouco exagerado, mas esse albergue animado
    chega perto, com seu bar de coquetéis charmoso, quartos com piso de cerâmica, churrascos coletivos e noites de DJ. Para chegar, pegue o bonde 61 na Széll Kálmán tér e desça no ponto da Kelemen László utca.

  9. Holló Atelier

    Artesanato atraente com visual moderno. Tudo é feito à mão no ateliê.

  10. Hotel Victoria

    (s/c a partir de €109/115) Esse hotel elegante tem 27 quartos confortáveis e espaçosos com vistas incríveis do Parlamento e do Danúbio. Apesar de pequeno, merece destaque pelo serviço e as instalações, incluindo o restaurado Jenő Hubay Music Hall, do século 19, que recebe concertos de música clássica.

  11. Instant

    Esse espaço cavernoso na rua de vida noturna mais vibrante de Pest conta com cinco bares em três andares e DJs e baladas underground.

  12. Magyar Pálinka Háza

    Se a pálinka (aguardente com sabor de frutas) fez a sua cabeça, esse é o seu lugar.

  13. Mahart PassNave

    Os cruzeiros com 1 hora de duração entre as pontes Margaret e Rákóczi partem de hora em hora na alta temporada e às 13h e
    15h na baixa temporada.

  14. Mappa Club

    O público descolado e alguns dos melhores DJs da cidade fazem da cena abaixo do Centro de Arte Contemporânea Trafó um must para locais e visitantes.

  15. Múzeum

    Se a ideia de um ambiente bem Velho Mundo embalado por um pianista for atraente para você, tente esse café-restaurante,
    firme e forte depois de 125 anos no mesmo endereço, perto do Museu Nacional Húngaro. O fígado de ganso é acima da média
    e há uma boa seleção de vinhos húngaros.