Itália

Entretenimento em Itália

‹ Anterior

de 1

Próxima ›
  1. Ai Tre Scalini

    O “três escadas” vive lotado e os clientes não se importam de ocupar a rua. Além da seleta oferta de vinhos, vende a cerveja Menabrea, produzida no norte da Itália. Quem quiser ousar pode apostar na ampla variedade de queijos, salames e pratos como porchetta di Ariccia com patate al forno (porco de Ariccia assado com batatas ao forno).

  2. Arena di Campo San Polo

    Onde turbulentos austríacos promoveram touradas a cidade hoje abriga filmes, concertos e peças de teatro ao ar livre de julho a setembro – mas fique de olho nesse espaço o ano todo para carrosséis infantis, quiosques de comida, comícios políticos e músicos de rua.

  3. Casinò di Venezia

    Fortunas foram ganhas e perdidas nesse suntuoso cassino desde o século 16. As máquinas caça-níqueis abrem às 11h; para as mesas de jogo, chegue após as 15h30 de paletó e trate de ficar impassível. Peça ao concièrge do seu hotel cupons de entrada grátis e pegue o táxi aquático gratuito do cassino na Piazzale Roma. É preciso ter no mínimo 18 anos para entrar.

  4. Circolo degli Artist

    O Circolo é um dos melhores destinos para curtir a noite em Roma e sinônimo de diversão garantida, com diversos ambientes e ofertas para gostos variados. Às sextas-feiras, aposta no som eletrônico e house para embalar a noite gay Omogenic. Inclui um delicioso jardim e dedica os domingos à temática vintage.

  5. La Cité

    De dia, esse café-livraria com uma eclética variedade de assentos antigos é um lugar bacana para um cappuccino. À noite, depois das 22h, o espaço aconchegante entre paredes de livros se transforma num local vibrante com música ao vivo (swing, jazz, fusion...).

  6. Sky Lounge Continentale

    Esse bar com terraço de madeira na cobertura do Hotel Continentale é chique como seria de se esperar de um hotel pertencente à marca Ferragamo. O panorama é lindo de morrer. Capriche na roupa para não se sentir deslocado.

  7. Teatro Dell’Opera di Roma

    Com uma fachada funcional e de inspiração fascista, o teatro surpreende com a parte interna digna de grandes óperas, com muitos tons de vermelho e dourado. O local exibe uma trajetória incrível: sediou a estreia de Tosca, de Pucini, e seu palco acomodou Maria Calas.

    As produções atuais nem sempre alcançam o esplendor do cenário, mas vale a pena tentar a sorte. Entre julho e meados de agosto tanto as apresentações de ópera como as de balé são transferidas para as ruínas das Terme di Caracalla, umas das mais impressionantes de Roma.

     

     

  8. Teatro Goldini

    O principal teatro de Veneza, cujo nome homenageia o grande dramaturgo da cidade, oferece um impressionante leque de peças – de comédias de Goldoni a tragédias de Shakespeare (em geral em italiano) –, além de balés e concertos. Não desanime diante das enormes e feias portas modernas de bronze: essa casa venerável data de 1622. O suntuoso interior acomoda só oitocentos espectadores.

  9. The Clubhouse

    Florentinos e estrangeiros, todos adoram esse bar moderno em estilo americano, que também funciona como restaurante e pizzaria. Fica perto do Davi de Michelangelo e é perfeito para um drinque a qualquer hora do dia. Aos domingos, é servido um brunch.

  10. Venice Jazz Club

    O jazz está vivo e com tudo em Dorsoduro, onde o Venice Jazz Club Quartet presta tributos regulares a Miles Davis e John Coltrane, esquenta na Sexta-Feira Latina e toca bossa nova e canções clássicas. A bebida é cara, por isso os artistas pobres
    bebem antes e chegam às 20h para devorar os pratos de frios de cortesia.