La Paz

Rua colonial em La Paz

Por que ir?

La Paz é de deixar qualquer um tonto – literalmente - , não apenas por sua famosa altitude (3660 m), mas por sua beleza um tanto excêntrica. A maioria dos viajantes entram nessa cidade extraordinária pela paisagem plana da cidade de El Alto, que está se espalhando, de modo que as surpresas sensacionais do vale lá embaixo ficam escondidas até o último minuto. A sua primeira olhadela de La Paz será, literalmente, de tirar o fôlego. Os edifícios da cidade erguem-se nas encostas do cânion, descendo em uma espetacular cascata. Em dias claros, o imponente e nevado Monte Illimani (6402 m) ilumina-se no pano de fundo.

Embora Sucre continue sendo a capital do país no papel, é La Paz – a maior cidade da Bolívia e centro de comércio, finanças e da indústria – de fato a capital governamental. Enquanto isso, El Alto é a capital aimará do mundo. Embora na realidade seja uma extensão urbana de La Paz, El Alto tornou-se uma das cidades de crescimento mais rápido da América Latina, graças ao influxo constante de imigrantes.

La Paz precisa ser saboreada aos poucos, não apenas para você se acostumar à altitude, mas também para experimentar as suas muitas facetas. Passeie pelas alamedas e pelos mercados animados, maravilhe-se com os museus interessantes, converse com os habitantes locais em um comedor ou relaxe em um de seus cafés descolados.

Como La Paz fica lá no alto, é preciso se agasalhar na maior parte do ano, ao menos à noite. No verão (novembro a abril), o clima pode ser ingrato: chuva à tarde quase todos os dias, nuvens sobre o cânion e enchente caindo ladeiras abaixo. No inverno (maio a outubro), os dias podem ser um pouco mais frescos, mas o sol (e seus raios UV) fica forte, com temperaturas que podem chegar aos 20 e tantos- mas despencam à noite para um nível congelante. 

Última atualização: 26 de Novembro de 2014