Lyon

Todas em Lyon

‹ Anterior

de 2

  1. (L’A)Kroche

    (metrô Vieux Lyon) Bar/café descolado com DJs tocando eletro, soul, funk e disco, além de bandas.

  2. Ande pelo subterrâneo

    Nas profundezas de Vieux Lyon e Croix Rousse, escuras e sombrias traboules (passagens secretas) ziguezagueiam em meio a prédios e sob ruas até diversos pátios. São 315 passagens que ligam 230 ruas num total de 50km.
    Algumas traboules da velha Lyon datam de tempos romanos, mas a maioria foi construída por canuts (tecelões de seda) no século 19 para o transporte da seda em condições climáticas adversas. Também foram úteis aos combatentes da Resistência durante a Segunda Guerra Mundial.
    As traboules (termo derivado do latim trans ambulare, “passar através”) genuínas ligam uma rua a outra, muitas vezes seguindo caminho até fabulosas escadas em espiral. Passagens que dão para pátios ou becos sem saída não são traboules, e sim miraboules (dois dos melhores exemplos estão no número 16 da rue Boeuf e no número 8 da rue
    Juiverie, ambas em Vieux Lyon). As mais célebres traboules de Vieux Lyon incluem as que ligam os endereços 27 rue St-Jean e 6 rue des Trois Maries; 54 rue St-Jean e 27 rue du Boeuf (aperte o interfone para abrir a porta); 10 quai Romain Rolland e 2 place du Gouvernement; 17 quai Romain Rolland e 9 rue des Trois Maries; e 31 rue du Boeuf e 14 rue de la Bombarde. Entre no mundo subterrâneo de Croix Rousse no número 9 da place Colbert, cruze o
    cours des Voraces – conhecido pela escadaria monumental que ziguezagueia por sete andares – e saia no número 29 da rue Imbert Colomès. Outras incluem as que ligam os endereços 1 place Colbert a 10 montée St-Sébastien e 9 place Colbert a 14bis montée St-Sébastien; e as várias passagens na rue des Capucins – nos números 3, 6, 13, 22 e 23.
    O escritório de turismo de Lyon tem mais informações e inclui traboules em muitos de seus passeios guiados.

  3. Atelier de Passementerie

    (visita guiada adulto/criança €5/3, ingresso combinado com Atelier de Tissage €8/4; metrô Croix Rousse) Oficina que funcionou até 1979. Admire e compre tecidos na butique anexa (entrada franca) a qualquer hora do dia, mas para aprender a história dos teares e vê-los em funcionamento vale a pena reservar horário em uma das visitas guiadas
    vespertinas de 30 minutos.

  4. Cathédrale St-Jean

    (metrô Vieux Lyon) Parcialmente românica e sede do 133o bispado de Lyon, foi erguida entre o final do século 11 e início do século 16. Os portais da fachada gótica flamejante (1480) são decorados com 280 medalhões quadrados
    de pedra. Não deixe de conferir o relógio astronômico no transepto norte, que soa diariamente às 12h, 14h, 15h e 16h.

  5. Cour des Loges

    (c/ste a partir €250/530; metrô Vieux Lyon) Quatro casas dos séculos 14 a 17 ao redor de um traboule (passagem secreta) com características preservadas, como loggias italianas, fazem desse um local refinado para ficar. Os quartos têm decoração individual, acessórios de banheiro de Philippe Starck e muitas antiguidades, enquanto as instalações incluem spa, um restaurante elegante (pratos principais €75-95), café (pratos principais €17-25) e um bar com teto abobadado.

  6. Feira de artesanato

    (8h-13h30 dom; metrô Vieux Lyon) Às margens do Saône, conheça artistas que vendem suas pinturas, esculturas, fotografias e muito mais.

  7. Hôtel Le Boulevardier

    (s €47-56, c €49-59; metrô Hôtel de Ville ou Cordelliers) Recentemente redecorado com excêntricos toques esportivos como esquis antigos e raquetes de tênis nos corredores, esse hotel econômico tem apenas 11 quartos, confortáveis e impecáveis. Fica acima do pequeno e ótimo bistrô e clube de jazz de mesmo nome (a escada em caracol é bem íngreme), que faz as vezes de recepção.

  8. In Cuisine

    (metrô Bellecour) Esse refúgio de gourmands tem uma seleção impressionante de títulos de culinária, da gastronomia e vinhos. Também oferece demonstrações e degustações, além de servir almoço no salon de thé (salão de chá).

  9. Jogg’in City

    (passeio de 1 hora para 1/2/3/4 ou mais pessoas €70/40/30/25) Corredores (acima de 18 anos) podem admirar a cidade em um trajeto de 5km a 6km.

  10. La Fée Verte

    (metrô Hôtel de Ville) Você adivinhou: a Fada Verde é especialista no velho e diabólico absinto. Há eletro e hip-hop em algumas noites na semana.

  11. Le Bouchon des Filles

    (menus €25; metrô Hôtel de Ville) Essa ode contemporânea às lendárias mères (mães) culinárias de Lyon é tocada por um empreendedor grupo de jovens mulheres com raízes profundas na cena local de bouchons e talento para a boa
    cozinha. As quenelles leves e macias estão entre as melhores que você encontrará em Lyon, e a atmosfera rústica é aconchegante, em especial aos domingos, quando o lugar lota de famílias para o almoço.

  12. Le Cinoche

    (crepes a partir de €4, galettes a partir de €9; metrô Croix Rousse) Refletindo a herança cinematográfica de Lyon com projetores, rolos de filme, lâmpadas, livros e cartazes antigos, essa aconchegante creperia é especializada em galettes salgadas e crepes doces, com nome de filmes famosos – o Orange Mécanique (A laranja mecânica) leva laranja, chocolate derretido e chantili com vodca.

  13. Le Grand Tour

    (bilhete para 1/2 dias adulto €18/20, criança €5; Lyon by Night adulto/criança €15/5; h) Passeios com embarque/desembarque à vontade em ônibus de dois andares. Nas noites de julho e agosto, é oferecida a excursão noturna Lyon by Night às 22h.

  14. Le Village des Createurs

    (metrô Croix Paquet) Butiques de estilistas locais, nada ou ainda pouco conhecidas.

  15. Les Adrets

    (menu de almoço €15,50, menus de jantar €23-45; metrô Vieux Lyon) Esse lugar agradável em uma popular rua para pedestres serve uma das melhores comidas de Vieux Lyon a qualquer hora do dia; os menus de almoço (com vinho e café) têm ótimo custo-benefício. O cardápio se divide entre culinária clássica de bouchon e escolhas alternativas
    como presunto de Parma e risoto de trufas, ou peito de pato com peras assadas.