Medellín

Bem-vindo a Medellín

Esqueça-se de tudo que já leu sobre Medellín – ficou no passado. Sim, a cidade foi sede dos cartéis de cocaína da Colômbia e testemunhou muita violência. Mas a mídia se esqueceu de reportar a notável virada de Medellín. Hoje, é uma das mais seguras entre as grandes cidades da América Latina, e também uma das mais agradáveis.

Embora talvez lhe falte a sofisticação de Bogotá e a languidez suntuosa de Cartagena, Medellín tem charmes próprios para conquistar o coração do viajante. Cercada de todos os lados por picos rochosos, há vistas lindas onde quer que você esteja. Pode se gabar do clima ameno o ano todo, o que lhe deu o justo apelido de “Cidade da Eterna Primavera”. Uma economia dinâmica, cujo carro-chefe é a indústria têxtil, assim como um negócio vigoroso no ramo floricultor, ajuda a manter viva a cena cultural. As ruazinhas estreitas do centro, agora seguras, são intensamente circuladas por pedestres. E, além de tudo isso, mesmo na simpaticíssima Colômbia o pessoal de Medellín é conhecido pela hospitalidade.

A vida não é perfeita, claro. Os morros ao redor da cidade são cobertos por favelas, uma lembrança constante da desigualdade que empesteia não apenas Medellín, como toda a América Latina. Ainda assim, os habitantes da cidade sempre dão um jeitinho de se divertir e, melhor, querem que você se divirta com eles! Apenas Cali é comparável a Medellín quando o assunto é vida noturna colombiana. E, assim como em Cali, aqui não há preconceito contra cirurgias plásticas – muito pelo contrário. Alguns dizem que a profusão de seios falsos é um resquício da influência que os mandachuvas da droga exerciam sobre a cultura e o senso estético de Medellín.

Observe que não há estação de chuva ou seca, embora em geral chova mais entre março e maio e de setembro a novembro. 

Última atualização: 01 de Dezembro de 2014