QuebecDicas e artigos

Tremblant: uma estação de esqui para todas as épocas

Melissa Corbin

Tremblant, uma vila bilíngue nas montanhas Laurentides, em Quebec, é conhecida como uma das melhores estações de esqui na costa leste da América do Norte e recebe mais de 2,6 milhões de visitantes por ano. Embora tenha a merecida reputação de ótimo centro de esportes de neve, os longos dias de verão aqui também são igualmente animados.

 

Monte Tremblant é uma das mais populares áreas de esqui no nordeste © Nino H. Photography / Getty Images

Não importa se você vem ao Quebec atrás de esqui, snowboard, aventuras ao ar livre, atividades aquáticas ou uma impressionante cena gastronômica, Tremblant (não confundir com o município Ville de Mont Tremblant) é um lugar para aproveitar em qualquer estação.

No inverno, as pistas o levarão ao paraíso

Uma vez que é um excelente destino para prática de esqui, o inverno é a época mais popular para se visitar a estação de Tremblant. A temporada de esqui vai de novembro a abril, e um investimento de US$17 milhões, realizado nos anos de 2018 e 2019, aumentou a área esquiável para 102 pistas que se estendem por mais de 80 km. Os esquiadores e praticantes de snowboard lotam a montanha o tempo todo, especialmente em competições como a Moguls World Cup, em janeiro, e a Legends Classic, em março. Mesmo durante a alta temporada, esquiadores de todos os níveis podem frequentar aulas e comprar tíquetes de teleférico a preços acessíveis.

 

Esquis e snowboards prontos para os visitantes aproveitarem as pistas de Monte Tremblant © Melissa Corbin / Lonely Planet

Embora Monte Tremblant seja o paraíso dos esquiadores, o lugar oferece muitas outras experiências aos fãs de neve. Que tal fazer um tour e depois se deliciar com um fondue? Essa é a proposta do peculiar “Dinner at the Refuge”, o qual um guia o levará a contemplar o pôr do sol no cume do monte e, em seguida, caminhar pela floresta nevada até um abrigo onde lhe será servida uma refeição. O jantar de fondue é harmonizado com vinho, mas não exagere – você apenas desceu metade da montanha. Ainda terá de enfrentar a metade final do caminho, descendo-a com lanternas de cabeça sob a luz das estrelas. O passeio dura de cinco a sete horas, mas, caso deseje encurtar a experiência, você pode abrir mão dos sapatos de neve e, em vez da caminhada, fazer o trajeto com um trator de neve.

Ainda tem combustível no tanque? Dê uma pausa na adrenalina com atividades mais tranquilas, como andar em bicicletas especiais para a neve, patinar no gelo e descer em tobogãs de neve. Só não se esqueça de reservar um tempo para descansar. Não importa qual atividade você escolha, é recomendado o uso de camadas de roupas, já que as temperaturas podem cair bem abaixo de zero. Mesmo alugando equipamentos, tenha alguns extras próprios, tais como protetores faciais, luvas e sapatos apropriados. Para quem usa óculos, revista as suas lentes com uma proteção antes de ir para as pistas, a fim de que não embacem nem congelem.

 

Flores silvestres cobrem as colinas de Tremblant no verão, uma bela diferença da neve durante o inverno © Melissa Corbin / Lonely Planet

Atividades de verão estão aumentando

Durante o verão, flores silvestres de variadas cores cobrem o cume do Monte Tremblant, devido ao clima ameno da região. Você verá muitas delas em um Ziptrek Eco Tour, que sobrevoa a floresta em um trajeto de cinco linhas de tirolesa. Entre uma deslizada e outra, você aprenderá sobre a fauna e a flora da montanha, além de maneiras de estar em equilíbrio com a natureza. Falando em equilíbrio, se você gosta de atividades aquáticas, está disponível o aluguel de canoas, caiaques e pranchas nos rios Rouge e Diable, bem como no belo lago Tremblant. Aproveite para embarcar no recreativo Le Grand Manitou II, barco que contornará o lago e onde você poderá ouvir histórias da região.

De volta à vila, o verão não estará completo se você não participar do Festival Internacional de Blues de Tremblant. Mais de 100 mil pessoas comparecem ao festival todo mês de julho para curtir dez dias de blues em quatro palcos ao ar livre e muitos teatros locais. Lendas e novatos da música apresentam mais de 100 shows ao vivo. Para uma experiência mais tranquila, encontre sua paz interior no Wanderlust: o festival de ioga, que dura quatro dias, fechando o verão de Tremblant em agosto, com concertos, palestras, aulas e atividades mais calmas.

 

O Festival de Blues de Monte Tremblant, em julho, atrai mais de 100 mil pessoas © Melissa Corbin / Lonely Planet

Delícias o ano todo em Tremblant

O Scandinave Spa Mont-Tremblant oferece aos clientes piscinas termais e relaxantes para que usufruam do melhor em hidroterapia às margens do rio Diable – tudo no mais completo silêncio. Outra opção é aproveitar o Casino de Mont-Tremblant, tentando a sorte nas mesas ou assistindo a um espetáculo. Shuttles gratuitos saem da vila em direção ao cassino. Na estação de esqui, há diversas lojas e mais de 30 restaurantes e bares, que vão de botecos a restaurantes requintados, como o Choux Gras Brasserie Culinare (francês) e o O-Wok (asiático). Os favoritos para orçamentos médios são a Pizzateria (pizza) e o Au Grain de Cafe (café). Finalmente, nenhuma cidade montanhosa estaria completa sem sua própria microcervejaria: a Microbrasserie La Diable oferece blonde ales, red ales e cervejas trapistas belgas, cerveja de trigo, double-black stout, além de uma seleção rotativa de especiais do mês.

O Hotel Quintessence é um luxuoso refúgio cinco estrelas, a uma curta distância a pé da vila. O Fairmont Tremblant, no topo da vila, é bastante conhecido e oferece diversas amenidades. O Ermitage du Lac oferece quartos simples e suítes com cozinha em um ambiente butique. Se dormir sob as estrelas for mais importante para você do que bons lençóis, há campings por toda região, incluindo vários dentro do Parque Nacional de Monte Tremblant.

 

O-Wok oferece alguns dos melhores pratos asiáticos na vila © Melissa Corbin / Lonely Planet

Se é verdade que “tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu”, então, Tremblant possibilita aos seus visitantes experiências de proporções eclesiásticas. Não importa se você ama esquiar e está em busca de pistas intocadas, ou se é um entusiasta de atividades ao ar livre durante o verão: você fará lembranças por muitas estações em uma viagem a essa joia das Laurentides.

Como chegar e circular na região:

A estação de esqui fica dentro do Parque Nacional de Monte Tremblant, a cerca de 130 km a nordeste de Montreal, seguindo pela Hwy 15 ou pela Quebec Route 117. Explorar o entorno de carro ou bicicleta é fácil, há muitos estacionamentos gratuitos, mas, uma vez dentro do vilarejo de paralelepípedos ao estilo europeu, você terá de abandonar o carro. Tudo na cidade é acessível a pé, e você terá a vila ao alcance da mão. Uma gôndola panorâmica oferece uma deslumbrante vista da região enquanto o leva ao cume (com 800m de altura, um dos picos mais altos do nordeste) em cerca de 20 minutos.

Este artigo foi publicado em Janeiro de 2020 e foi atualizado em Janeiro de 2020.

Quebec